Orquesta Buena Vista Social Club® Feat: Omara Portuondo

Após turnês de estrondoso sucesso em todo o mundo, incluindo apresentações nos prestigiados Paris Olympia, London´s Royal Albert Hall, Barcelona´s Liceu e Konzerthaus em Vienna, a Orquestra Buena Vista Social Club volta ao Brasil com quatro de seus integrantes originais e representantes da nova geração com suas guajiras, mambos, salsas, rumbas, merengues, cha-cha-chás, sóns, danzóns e muitos outros estilos produzidos na rica e diversa cultura de Cuba.

À frente do grupo, os veteranos Guajiro Mirabal (trompete), Jesus “Aguaje” Ramos (trombone) e, como participação especialíssima, a cantora Omara Portuondo. Da nova geração, destaque para o vocalista Carlos Calunga e o virtuoso pianista Rolando Luna.
No repertório, clássicos definitivos como “Chan chan”, “El cuarto de tula”, “Dos gardenias”, “Veinte años”, “Candela”, “Amor de loca juventud”, “De camino a la vereda”, “Guantanamera” e outras surpresas.

O Buena Vista Social Club

Na Cuba de 1940, amantes da música, da dança e da boemia se reuniam em Havana no Buena Vista Social Club. O lendário clube era o espaço onde toda a diversidade rítmica da Ilha encontrava livre expressão e coro para seus maiores expoentes. Gente como Compay Segundo, Celina & Reutilio, Ibrahim Ferrer, Silvio Rodriguez, Ernesto Lecuona, Pablo Milanes, Omara Portuondo, César Portillo de la Luz e Chucho Valdes fazendo boleros, guajiras, mambos, salsas, rumbas, merengues, cha-cha-chás, sóns, danzóns e muitos outros estilos que ficaram guardados na memória dos cubanos e de certa forma alheios ao conhecimento do mundo.

Cerca de quarenta anos após o fechamento do clube, em 1997, o produtor e guitarrista norte-americano Ry Cooder, em visita a Cuba, reuniu os veteranos músicos da Ilha para a gravação do disco “Buena Vista Social Club”. O sucesso foi imediato e o grupo passou a excursionar em turnês pelo mundo. Foi quando o diretor de cinema alemão Wim Wenders filmou apresentações da orquestra na Holanda e no mítico Carnegie Hall em Nova York e depois fez entrevistas com os músicos em Cuba para então produzir o documentário indicado ao Oscar, vencedor de “melhor documentário” do European Film Awards e aclamado por público e crítica de todo o mundo.

O fenômeno Buena Vista reacendeu o interesse do público pela rica cultura cubana e o talento de seus músicos, que continuam a se apresentar com extraordinário sucesso em todo o mundo. Neste show especial no Brasil, à frente do grupo, quatro dos músicos da formação original: o trompetista Guajiro Mirabal, o trombonista Jesus “Aguaje” Ramos, o guitarrista e organista Manuel Galbán e grande orquestra. Como participação especialíssima, a cantora Omara Portuondo.

ORQUESTRA BUENA VISTA SOCIAL CLUB ®FEATURING OMARA PORTUONDO

Músicos

Omara Portuondo – vocal
Guajiro Mirabal  – trompete
Jesus Aguaje Ramos – trombone e vocais
Pedro Pablo – baixo
Rolando Luna – piano
Papi Oviedo – Três
Idania Valdés – vocais e percussão
Carlos Calunga – vocais
La Noche – bongô
Filiberto Sanchéz – timbaus
Angel Terry  – congas
Luis Alemany  – trompete
Guajirito Mirabal – trompete

HSBC Brasil – 20/10 21:30 horas

Comentários