Natalia Jimenez lança cd solo: Por ser tu mujer

A cantora espanhola Natalia Jiménez, apresentou seu primeiro disco solo, falou sobre a “experiencia incrível” que significa para ela esta nova etapa, que aborda estilos musicais que não podia tocar com sua banda.

Depois de 10 anos de fazer parte da La Quinta Estación, Natalia lançou seu CD homonimo com a ajuda de Emilio Estefan com quem trabalhou arduamente na produção durante un ano para levar adiante este projeto, que inclui seu primeiro tema em inglês.

“Estou muito contente de poder começar esta etapa sozinha e poder tocar outros estilos musicais que não podia tocar com o grupo, quando estava na banda não podia fazer coisas mais atrevidas como interpretar salsa, ritmos latinos ou cantar em inglês”, disse Jiménez.

A cantora radicada em Miami iniciará uma turnê pelos Estados Unidos, América Latina e Espanha para apresentar um espetáculo em que seus admiradores poderão curtir suas novas canções e algumas das musicas que a fizeram famosa com a La Quinta Estación.

“Comecei a escrever canções em janeiro de 2010, mesmo que tivesse algumas guardadas de quando estava na La Quinta Estación e que não usamos porque não combinavam com o grupo porque eram muito femininas ou em inglês”, disse.

Além da satisfação de produzir o disco, a cantora afirmou que trabalhar junto com Emilio e Gloria Estefan foi uma experiencia enriquecedora.

“Me lembro da Espanha nos anos 90 quando Gloria estava com o disco Mi Tierra, que fez muito sucesso na España e eu sabia todas suas canções. Agora que estou trabalhando com ela me sinto muito bem e é maravilhoso porque toda essa experiencia, trajetoria e sabedoria que tem no mundo da música eles me passaram, e estou tão agradecida porque ja não existem figuras como eles na música latina”, disse a cantora de 29 anos.

O primeiro single é Por ser tu mujer, que também foi gravada em inglês com o titulo de Ill Do What It Takes, Gloria Estefan colaborou na tradução.

“A idéia de cantar em inglés não é fazer um crossover. O que quero é que o público latino que existe nos Estados Unidos que não fala espanhol também possa escutar canções em ingles num disco latino. Obviamente, também quero chegar a outros países da Europa ou Asia e seguramente vai ser mais fácil se canto em inglés. Mas vou continuar cantando em espanhol”, assegurou.

Depois de  ficar dez anos na La Quinta Estación e gravar quatro discos, a cantora explicou que este era eomomento preciso para iniciar carreira solo.

“Quando acabou o contrato tinha que decidir se seguia com a La Quinta Estación. Fazia outros quatro discos e ja teria 35 anos para lançar a carreira solo”, disse. “Já tinhamos 10 anos juntos e me disse: não quero estar 20 anos da minha vida com o grupo”.

Explicou que durante o último ano fez duetos com outros artistas para que as pessoas se acostumassem a ve-la sozinha.

“A reação do público tem sido bastante boa. Eu esperava outra coisa mas tenho tido muita sorte que as pessoas gostem de mim”, disse. “Estou me superando. Agora saiu o video (no Youtube) ja temos 1,1 milhão de visitas em uma semana e meia, superamos muitos videos da La Quinta Estación. Isto quer dizer que depois de dois amos, o público estava esperando algo novo e receberam muito bem”.

A respeito do disco, afirmou que é uma mistura de todas as coisas que ela gosta. “É uma combinação muito latina. Está Abrázame, que é uma canção muito roqueira; outro que se chama Sólo por mí; Ill Take It Back, que é muito latino; outra que se chama Enciérrame é um flamenco; tem um bolero, uma ranchera, e um soul que se chama Real“, disse a artista que compos a maioría das musicas do álbum.

Indicou que apesar das mudanças na industria musical, se sente muito segura em se lançar devido as redes sociais em que pode estar mais perto dos fãs.

“Me parece que a industria musical está obsoleta, que a plataforma do disco vai entrar em extinção em muito pouco tempo e eu sou a favor das novas tecnologías como as redes sociais, porque são plataformas que te dão mais publicidade do que as gravadoras te davam antes e podem cheegar a mais lugares quase de maneira imediata”.

O disco saiu a venda em 21 de junho, ela se associou a Target para oferecer uma edição especial que inclui 17 faixas, cinco exclusivos.

“Esta edição especial é muito importante porque Target tem um mercado enorme nos Estados Unidos e gosto da ideia de que eles façam a divulgação com artistas latinos e que prestem atenção nos gostos do público latino”, disse Jiménez.

Fonte: RitmosonLatino.com

Comentários