“Nao sei como aproximar o flamenco da música brasileira, mas a ideia me encanta”, diz Rosália em entrevista a Jornal

Rosalía teve um ótimo 2018! A cantora espanhola tornou-se um dos grandes nomes da música latina e promete crescer ainda mais em 2019. Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo,  a cantora revelou planos para a sua carreira e parcerias futuras.

Sua sonoridade é extremamente interessante e marcante, algo que chamou atenção da crítica especializada. O New York Times, por exemplo, elegeu “El Mal Querer” como o sexto melhor álbum de 2018.

A espanhola consegue a perfeita mescla entre elementos do folclore espanhol com batidas eletrônicas presentes no pop atual e elementos de R&B. A mistura perfeita para atingir grande público e levar sua cultura ao mundo inteiro.

“Minha música perpassa a grande paleta emocional do flamenco, o amor e desamor, morte e festividade”, afirma.

A prova desse destaque na música internacional são suas parcerias futuras. De acordo com o jornal Folha, Rosália gravou com a britânica Dua Lipa este ano. Além dela, a espanhola estará na trilha sonora de “Dolor Y Gloria”, filme com Penélope Cruz e Antonio Banderas, em um single gravado com o cantor e produtor Pharrel Williams.

Apesar de grandes artistas internacionais estarem trabalhando com Rosália em novas canções, a espanhola é fã de música brasileira e adoraria fazer parceria com um grande nome da MPB.

“Caetano Veloso é o maior artista que há. A forma como ele se arriscou ao longo de sua carreira me inspira. [Cantar com ele] seria um sonho! Eu morreria!”

De fato, seria uma parceria muito interessante e cheia de emoção. O encontro entre os cantores poderá acontecer em 2019, já que Rosália e Caetano irão se apresentar no Lollapalooza da Argentina. Será que essa parceria acontece?

Ainda sobre o Brasil, a cantora revelou ao jornal que espera vir ao Brasil em breve para se apresentar. Até mesmo cantando em português.

“Não sei como aproximar o flamenco da música brasileira, mas a ideia me encanta. Um dia, quero cantar algo da Elis Regina”, revelou.

Rosália gosta bastante da profundidade presente na música brasileira, sendo algo que mais a encanta na nossa música. Rosália também contou ter estudado a fundo as harmonias presentes em músicas brasileiras.

 

Comentários