México comemora independência no Memorial

A cantora Edna Arely é uma das atrações da festa em que os mexicanos residentes em São Paulo realizam neste sábado, 19, no Memorial da América Latina. Em Puebla, onde se formou médica cirurgiã pela Universidade de Puebla, Arely é conhecida como “a voz que cura”. Dizem os mexicanos que sua voz é como “um remédio que cura as penas do amor e da alma”. A festa que comemora os 205 anos de Independência do México começa às 13 na praça em frente ao auditório Simón Bolivar, com entrada gratuita pelos portões 8, 9 e 13.
Como em toda festa de comunidades latinas que se realizam no Memorial, os mexicanos – alegres por natureza – terão um dia repleto de emoções, animados pela cantante da voz que cura e também pelos grupos de mariachis Los Charros e Rojo Tabaco. No espaço da festa também não faltarão barracas de comidas típicas do México e a já tradicional feira de artesanato.
A independência do México foi declarada no dia 16 de setembro de 1810, quando o padre Miguel Hidelgo Y Costilla iniciou o movimento de libertação do jugo espanhol. Quase um ano depois, ele e seu grupo foram capturados pelos espanhóis, mas o movimento viria a ser vitorioso em 1821 com o reconhecimento dos colonizadores espanhóis.
SERVIÇO
Festa da Independência do México
Dia 19 de setembro, a partir das 13h
Praça da sombra
Memorial da América Latina/Metrô Barra Funda
Acesso portões 8, 9 e 13
Estacionamento: Portão 15 – taxa única: 20 reais

Comentários