Maná estreia clipe Você é minha religião

O dueto com Jorge & Mateus aconteceu há pouco mais de um ano, quando o Maná veio ao Brasil para se apresentar no Rock in Rio, em 2 de outubro. O vocalista Fher – que tem como companheiros Juan Calleros (baixo), Sergio Vallín (guitarra) e Alex “El Animal” González (bateria) – aproveitou a ocasião para gravar com a dupla no estúdio Toca do Bandido, a faixa que dá título ao disco, “Você É Minha Religião” (versão do sucesso “Eres Mi Religión”, de 2002), uma versão que explora muito bem contrastes e proximidades entre as vozes de Fher e de Jorge (um dos mais elogiados timbres da música sertaneja), em arranjo totalmente refeito pelos músicos da dupla goiana, mas mantendo a latinidade em detalhes como a percussão.

Assista ao clipe de “Você É Minha Religião”:

Conheça um pouco mais do novo álbum do Maná, ‘Você É Minha Religião’
Muito mais que uma antologia de sucessos do fenômeno pop mundial Maná, este disco é a concretização de um projeto capaz de romper fronteiras e preconceitos históricos. Para além das 14 faixas (18, na edição digital) que reúne, Você É Minha Religião é um trabalho que aproxima culturas e que tem tudo para conectar mais profundamente o público brasileiro com a música que se faz nos países hispânicos. Acostumado a encher arenas em toda a América Latina e também por EUA, Espanha, França, Alemanha e Israel, o grupo de Guadalajara que já vendeu mais de 30 milhões de discos tem sua trajetória contada a partir de grandes hits como “Vivir Sin Aire”, “Amor Clandestino” ou “Corazón Espinado” (com participação de Santana). Duas novas gravações incluídas no repertório apresentam a inédita “Un Nuevo Amanecer” e uma releitura de “Hasta Que Te Conocí”, clássico da canção mexicana de autoria de Juan Gabriel.
Mas o maior atrativo de Você É Minha Religião são as quatro colaborações com nomes de ponta nas paradas brasileiras, gravadas especialmente para este álbum: a dupla goiana Jorge & Mateus, destaque na nova geração sertaneja; os jovens ídolos Thiaguinho e Luan Santana, também acostumados a quebrar barreiras entre gêneros musicais, e o grupo mineiro Jota Quest, referência no pop nacional há 15 anos. Todos os artistas convidados aceitaram gravar com o Maná imediatamente e embarcaram de cabeça no projeto, sem poupar esforços para superar dificuldades de agenda.
Em Você É Minha Religião, o grupo mexicano que dominou meio mundo começa a falar com fluência o idioma popular brasileiro. É um feito e tanto, considerando que o Brasil, como dizia um saudoso maestro e mestre da canção, não é país para principiantes. Com a estante lotada por quatro prêmios Grammy, sete estatuetas de Grammy Latino, cinco MTV Awards Latinoamérica e nove troféus Billboard de Música Latina, o Maná soma experiência, talento e aquela passión necessária para deixar no passado o tradicional isolamento do mercado brasileiro em relação à música dos vizinhos latinoamericanos.

Expoente do rock latino nos anos 1980 e 1990, o grupo de Guadalajara já vendeu mais de 30 milhões de discos. De acordo com os músicos, o novo álbum tenta agora aproximar artistas dos dois países.

Comentários