Juanes lança sua autobiografia “Persiguiendo el sol”

O músico colombiano contará detalhes íntimos de sua vida e fama, que serão acompanhados de fotos inéditas.

No dia 2 de abril (terça-feira) será lançado o primeiro livro de Juanes, intitulado “Persiguiendo el sol” (Perseguindo o sol), anunciou a Universal Music, gravadora do músico. A primeira publicação também terá uma edição em inglês, cujo título será “Chasing the Sun”. As edições serão lançadas simultaneamente.

Em “Persiguiendo el sol”, Juanes escreveu os detalhes mais íntimos de sua vida e incluiu uma grande quantidade de imagens espetaculares, incluindo algumas fotografias pessoais nunca vistas antes. Também revela alguns aspectos de sua vida profissional: suas primeiras influências musicais, a criação e dissolução de Ekhymosis, um dos principais grupos de rock colombiano, o início de sua carreira sólo e o sucesso comercial global que obteve.

Juanes também fala de sua vida pessoal: os efeitos de presenciar desde muito jovem a corrupção e a violência em Medellín, sua cidade natal; a dor e remorso que sente em relação à morte de seu pai; como se apaixonou por sua esposa e o nascimiento dos seus três filhos; como sua fé foi desafiada e como ele foi capaz de redefinir o seu relacionamento com Deus, reinventar sua carreira e reafirmar o seu amor inabalável pela sua família.

“Este livro é uma expressão de pura amizade e uma forma muito sincera de agradecer a todos os que têm apoiado a minha música ao longo dos anos. Meu ofício não é escrever livros nem nada disso. Senti que se eu fizesse isso era para que vocês soubessem realmente quem eu sou, quem está por trás das músicas que ouvem nos shows. Porque eu faço música que eu faço e por que eu penso como eu penso”, disse Juanes em um comunicado.

“Foi uma honra trabalhar com Juanes. É, sem dúvida, um dos melhores artistas de rock, compositores e ativistas de direitos humanos de nosso tempo. Em ” Persiguiendo el sol” Juanes vai além da música e fala pela primeira vez das profundas experiências que o formaram como artista e como pessoa”, disse o editor da publicação, Raymond Garcia.

Fonte: Juanes Brasil

Comentários