Fundação Ricky Martin abrirá centro para combater tráfico humano

A Fundação Ricky Martin deve abrir em agosto de 2012 seu primeiro centro para combater o tráfico de pessoas em Porto Rico, o segundo crime mais lucrativo no mundo, informou nesta segunda-feira sua diretora-executiva, Bibiana Ferraiuoli.

Em entrevista coletiva, ela ressaltou que o centro, que está sendo construído na localidade de Loíza, ao leste de San Juan, se transformará em um “espaço mágico” para a luta contra o tráfico de pessoas.

Ricky Martin começou a lutar contra o problema após uma viagem em 2002 à Índia, onde observou sua dimensão em menores que se prostituíam nas ruas.

Desde então, o artista se uniu a instituições e especialistas para investigar o tráfico de pessoas na ilha caribenha.

Segundo o estudo, a cada ano mais de 800 mil pessoas são vítimas do tráfico de pessoas na fronteira dos Estados Unidos, sendo 50% menores.

O estudo, onde pela primeira vez se incluiu os EUA utilizando os mesmos parâmetros que em outras nações, busca pressionar os países a adotarem medidas mais contundentes contra o problema.

O tráfico de pessoas é considerado o segundo crime mais lucrativo do mundo (depois do tráfico de drogas) e, anualmente, cerca de 27 milhões de crianças se tornam vítimas de redes de prostituição e pornografia.

Bibiana informou ainda que a fundação espera expandir a pesquisa para a República Dominicana, mas que ainda é necessário obter apoio financeiro.

“É preciso seguir adiante, pois muitas crianças caem nas garras” dos criminosos, acrescentou.

Fonte: Terra

Comentários