Alejandro Sanz emociona no Valladolid Latino 2013

Alejandro Sanz emocionou  a oitava edição do Valladolid Latino, enquanto Malú foi a encarregada de colocar o ritmo mais dançante em um show de cinco horas marcado pelo pop latino atual.

O público mais jovem chegou primeiro ao encontro com a música latina, mesmo que mais tarde o recinto se completou com cerca de 6.000 pessoas de todas as idades, que esgotaram as entradas e superaram o público da edição anterior.

O grupo local Sub 19 inaugurou o festival e com varias de suas canções foi o encarregado de começar a animar os fãs.

Os seguintes a subirem no palco, instalado nesta edição na plaza de toros de Valladolid, foram os mexicanos Jesse y Joy.

Neste primeiro show na Espanha, os irmãos agradeceram o calor do público, no qual haviam mexicanos na plateia.

A canção Corre foi uma das mais cantadas e ovacionadas pelos fãs num show em que mostraram outros temas como “Espacio sideral” e  ¿Con quién se queda el perro?.

Álex Ubago foi o terceiro a aparecer para apresentar seu último trabalho, Mentiras sinceras, no festival, ele já participou em 2011 com o trío Álex, Jorge y Lena.

Ubago misturou as novas canções com baladas de seus trabalhos anteriores e assim marcou com romantismo a edição de 2013.

“Hasta siempre Valladolid. Os queremos”, confessou o cantor vasco para se despedir do público, que instantes depois deu lugar  a artista Malú com um sonoro aplauso.

“Mi único objetivo es que salgáis con una sonrisa en la cara y espero conseguirlo”, indicou a cantora ao entrar no palco, convidando o público a curtir a noite.

A sobrinha do guitarrista Paco de Lucía abordou os ritmos mais dançantes e rockeiros com uma atuação enérgica, onde a iluminación fue protagonista.

Malú apresentou algumas das faixas de seu disco de duetos Dual e interpretou varias procedentes de seus trabalhos anteriores, recebidas com aplausos e cantadas pelo público.

A ovação mais sonora do show se escutou quando apareceu Alejandro Sanz, e quem o público estava esperando desde o inicio.

O cantor mostrou no Valladolid Latino sua tour “La música no se toca”, título de seu novo trabalho, depois de passar pelos Estados Unidos e América Latina.

Sanz, acompanhado de um potente espetáculo de luzes, protagonizou a oitava edição do festival e emocionou seus seguidores ao recordar algumas de suas canções mais populares, como El alma al aire ou Quisiera ser.

Não se esqueceu dos temas de seu último trabalho e interpretou com sua banda Llamando a la mujer acción ou Se vende diante de um público entregado.

O festival nasceu em 2006 dentro dos atos do quinto centenario da morte na capital vallisoletana de Cristóbal Colón e em suas sete edições anteriores somou cerca de 140.000 espectadores, com artistas de dez países da Europa e América, entre os que ja passaram estão Juanes, Alejandro Fernández, El Canto del Loco, Andrés Calamaro, Laura Pausini, Paulina Rubio, Marc Anthony ou Chayanne.

Fonte: EFE

Comentários