7º Festival de cinema Latino-americano de São Paulo anuncia vencedores

Evento aconteceu de 12 a 19/07, em quatro salas de cinema da capital. Cerimônia de encerramento, seguida de exibição do filme vencedor, foi realizada na Cinemateca Brasileira

A sétima edição do Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, que reuniu as novidades da cinematografia da região, exibiu cerca de 80 títulos e trouxe obras inéditas ao Brasil, acaba de anunciar os filmes vencedores. São eles:

Mostra Escola de Cinema Ciba-Cilect

Vencedor: A MÃE DE ANNA, de Marcos Banina (Escuela de Cine del Uruguay)

Menção honrosa: DA TERRA, de Ilana Coleman (Universidad Iberoamericana / Mexico)

O júri foi formado por Bel Berlink, Marina Person e Vânia Debs.

As escolas afiliadas ao Ciba-Cilect são da Argentina (Universidad de Buenos Aires, Escuela Nacional de Experimentación y Realización Cinematográfica e Universidad del Cine), Brasil (Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, Universidade Estadual de Campinas, Universidade Federal Fluminense e Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), Cuba (Escuela Internacional de Cine y TV), Equador (Instituto Superior Tecnológico de Cine y Actuación), México (Centro de Capacitación Cinematográfica, Centro Universit&aacu te;rio de Estudios Cinematográficos e Universidad Iberoamericana) e Uruguai (Escuela de Cine del Uruguay).

Finaliza 2012

Vencedor: O LOBO ATRÁS DA PORTA, de Fernando Coimbra

Menção honrosa: LIFE ART, de Andradina Azevedo e Dida Andrade

O Prêmio Finaliza 2012, promovido pela Associação do Audiovisual, Cinecolor Digital e pelo Programa Cinema do Brasil foi voltado a filmes brasileiros em fase de pós-produção. A iniciativa foi inédita no Brasil e o vencedor recebeu R$ 99,4 mil em serviços para finalizar o seu filme.

O júri foi formado por Bruno Bettati (Chile), Eva Morsch (França), Keiko Funato (Japão), Rosanna Seregni (Itália) e Silvia Cruz (Brasil).

Prêmio de Público

Juan dos Mortos, de Alejandro Brugués

Prêmio Itamaraty para o Cinema Sul-Americano

O prêmio foi dividido entre 3, de Pablo Stoll
e Um Mundo Misterioso, de Rodrigo Moreno

O júri foi formado por Cesar Troncoso (Uruguai), Erick González (Chile), Federico Veiroj (Uruguai), Sandro Fiorin (Brasil) e Violeta Bava (Argentina).

Uma realização da Secretaria de Estado da Cultura e do Memorial da América Latina, o 7º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo é organizado pela Associação do Audiovisual e tem patrocínio da Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Aconteceu em quatro salas da capital: Memorial da América Latina, Cinesesc, Cinemateca Brasileira e Cinusp Paulo Emílio.

Comentários