20 anos sem Selena

Vinte anos depois do assassinato de Selena o mundo latino vai lembrar da Reina de la Música Tejana com shows, festivais, concursos de imitadoras, bailes e até um grande festival em abril. Seu pai, vê os festejos com sentimentos divididos.

“Claro que fico feliz em saber que o mundo se lembra de Selena hoje mais que nunca”, disse Abraham Quintanilla III a agencia The Associated Press em uma entrevista telefônica. “Para nós, como Testemunhas de Jeová, não celebramos a morte nem os aniversários, não queremos que as pessoas acreditem que a família esta organizando os festejos”.

Selena foi assassinada pela presidente de seu fã-clube, Yolanda Saldívar, em 31 de março de 1995 (Saldívar continua na cadeia em prisão perpetua). Sua carreira começou ainda pequena com a banda Los Dinos, onde cantavam seu irmão A.B. Quintanilla e sua irmã Susette. Morreu quando alcançava a fama, ela já havia ganhado um Grammy de melhor álbum de música méxico-estadounidense por “Live” e com hits nas rádios nos Estados Unidos.

Selena tem sido lembrada por grandes artistas da música latina e ajudou no lançamento de grandes estrelas como foi o caso de JLo que depois de encarnar Selena, iniciou sua carreira a nivel mundial.

Comentários